logo

Select Sidearea

Populate the sidearea with useful widgets. It’s simple to add images, categories, latest post, social media icon links, tag clouds, and more.
hello@youremail.com
+1234567890
Capa Brooks Brothers Migração para Cloud

Books Brothers migra para cloud com estilo

 

Com as operações dependendo de SAP HANA, o gerenciamento da Books Brothers queria um tempo mínimo na migração para cloud da AWS.

 

A varejista de roupas Brooks Brothers está em processo de se mover metodicamente para a nuvem e está fazendo uso de diferentes ferramentas para chegar lá.

 

Um grande passo foi migrar o sistema de banco de dados em memória da SAP, o HANA, para a AWS, há 18 meses, permitindo que o aplicativo CRM da próxima geração – usado por 80 funcionários – fosse produzido e executado lá também.

 

Outro passo foi implementar o One Hybrid Cloud da Cloud Velox, quando precisava integrar rapidamente um varejista remoto de joias que havia adquirido em sua infraestrutura de TI.

 

“Ainda temos uma aplicação de SAP HANA rodando on premises. A manutenção é cara … Um ano nove meses atrás, sabíamos que iríamos superar isso. Calculamos que seria mais barato fazer isso na nuvem”, disse Alex Cohen, administrador de banco de dados sênior e supervisor de migração, em uma entrevista recente.

 

Usando o guia de implantação de referência de início rápido do SAP HANA, a Brooks Brothers construiu seu cluster de migração na nuvem. A empresa optou pela licença do HANA no AWS e a executa em um grande servidor virtual. Cohen disse que sua empresa está considerando a oferta do SAP HANA pela AWS como um serviço gerenciado, onde a Brooks Brothers não teria que gerenciar seu próprio servidor HANA na nuvem. Mas não há planos para esse movimento.

 

Uma coisa que Cohen observou, no entanto, é que a Brooks Brothers criou o HANA em um servidor sacale-up, que é grande o suficiente para lidar com as maiores workloads do varejista. O que ele gostaria de fazer é usar o sistema em um servidor scale-out, onde ele é executado como uma pequena máquina virtual a maior parte do tempo, mas é capaz de se expandir para um sistema tão grande quanto necessário, quando necessário. No momento, disse Cohen, a Brooks Brothers está perdendo uma das vantagens da computação em nuvem com sua abordagem de expansão.

 

Quanto a aplicação on premise, “planejamos desativá-la”, mas nenhuma data planejada foi definida para sua desativação

 

Além do sistema SAP in-memory, o Brooks Brothers possui 236 sistemas de banco de dados, sendo 90% deles de SQL Server da Microsoft. Foi migrado um sistema principal do SQL Server para o AWS, seu sistema Clienteling, um aplicativo de gerenciamento de relacionamento com fornecedores com 420 GB de dados.

 

Para Brooks Brothers, isso era importante. Não queria um longo período migração em que um sistema de produção precisava estar offline. Dado o sucesso da migração do Clienteling, Cohen percebeu como seria fácil migrar sistemas adicionais do SQL Server para a nuvem. Antes de fazer isso, ele queria que sua equipe avaliasse o potencial do AWS RDB como um serviço de banco de dados gerenciado e até mesmo do próprio sistema relacional da Amazon, o Aurora.

 


banner cloud velox

 

“O RDS fará parte da nossa próxima fase. Por que pagar por um servidor online se tudo o que você precisa é o serviço de banco de dados”, disse ele. Em vez de administrar um banco de dados 24 horas por dia e sete dias por semana, a Brooks Brothers podia pagar pelo serviço gerenciado com encargos baseados apenas nos horários em que o serviço estava realmente em uso.

 

Aurora é uma versão em nuvem do MySQL desenvolvida pela Amazon Web Services. Também foi dado suporte ao PostgreSQL, que permite fornecer SQL padrão ANSI e processar consultas SQL e triggers escritos no PL / SQL da Oracle, foi anunciado no evento anual Amazon ReInvent em Las Vegas, em 1º de dezembro.

 

Quanto à ferramenta One Hybrid Cloud da Cloud Velox, Cohen disse que a Brooks Brother a utiliza para configurar a rede de data center que precisará na nuvem para se conectar às suas máquinas virtuais. Usou o OHC em sua migração para o Clienteling e se mostrou essencial quando a Brooks Brothers precisou absorver rapidamente as operações de um varejista de jóias que havia adquirido. O aluguel do data center do varejista estava prestes a expirar e a Brooks Brothers teve um final de semana para capturar seus dados e mover seus sistemas.

 

Usando o Cloud Velox para criar um blueprint de seus aplicativos de produção, ele rapidamente iniciou a troca de dados e, em seguida, migrou os aplicativos de suporte para o AWS. O OHC pôde detectar o tipo de conexões de rede necessárias e aproximar os servidores físicos nas máquinas virtuais da AWS.

 

“O Cloud Velox faz seu trabalho em cerca de uma hora e meia. Tivemos um total de duas horas de inatividade”, lembrou Cohen. E foi isso que a administração considerou uma migração bem-sucedida para a nuvem.

 

Cohen disse que a Brooks Brothers não está em condições de contratar mais funcionários de TI ou de lançar recursos de computação nas migrações. “Estamos em uma crise de recursos”, disse ele. “O CloudVelox torna isso um pouco mais fácil.”

 

Até agora, a empresa entrou na nuvem com uma pegada de equipe de TI igual à de sua era anterior à nuvem. A diferença, disse Cohen, “é que estamos lidando com muito mais coisas”.

 

Se você precisa também precisa migrar seu ambiente para a nuvem, não deixe de conhecer a CloudVelox, solução para automatização e otimização de migração para cloud.

 

 

Fonte: https://www.informationweek.com/cloud/infrastructure-as-a-service/brooks-brothers-in-style-as-it-moves-to-cloud-/d/d-id/1327697

No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website